Os pilotos da Mitsubishi Cup Nordeste realizaram neste sábado, 17 de outubro, mais uma demonstração de habilidade na terceira etapa do rali de velocidade, disputada em Natal, em uma pista veloz, montada especialmente para a etapa, de cerca de 30 quilômetros, formada por pastos na caatinga com um piso duro e liso com pedras, que tornam o trajeto rápido, de velocidade média de 80 quilômetros por hora.

“A pista é excelente, muito técnica, com muita curva, o que nos obriga a ficar atentos o tempo inteiro”, explica o piloto baiano Regis Maia, que terminou a etapa em terceiro na categoria L200 RS.

As duplas alagoanas mais uma vez se superaram e conseguiram vencer tanto na categoria Pajero TR4 R quanto na categoria L200 RS.

Na categoria Pajero TR4 R, a dupla Lavoisier Monteiro Júnior e Neurivan Calado ficou com o primeiro lugar, seguida pelos também competidores de Maceió Wagner Melo de Almeida e Joselito Vieira de Melo Júnior.

O resultado faz com que a dupla vencedora amplie sua vantagem na classificação geral. O piloto Lavoisier evita falar em favoritismo, mas afirma que “o campeonato ficou mais próximo, mas ele só será decidido mesmo na etapa de Fortaleza”.

O navegador Neurivan Calado ressalta o discurso cauteloso. “Acredito que, com consciência, em Fortaleza nós conseguiremos garantir o título”.

O piloto vice-campeão da etapa, Wagner Almeida, destaca o bom nível dos pilotos alagoanos. “Temos muita harmonia e isso reflete no campeonato. Lavoisier e Neurivan lideram, nós estamos logo atrás. O nível tá muito bom e ainda vamos tentar o título, mas sempre com muita amizade”.

Já o navegador Joselito Vieira aposta no retrospecto da dupla para garantir o título: “Em 2007, precisávamos de três primeiros lugares na última etapa e conseguimos. Então vamos acelerar em Fortaleza para tentar o campeonato”.

Na categoria L200 RS, Gustavo Xavier e José Freitas, de Alagoas, venceram pela terceira vez no ano com o primeiro lugar nas três voltas. O piloto Gustavo destaca a estratégia adotada pela dupla para os bons resultados: “Nós aceleramos tudo na primeira volta, vamos bem forte, para ter uma segunda mais ponderada e a terceira para definir, quando conhecemos a pista bem melhor”.

O navegador José Freitas aponta a união da dupla como o segredo do sucesso. “A gente tá cada vez mais afinado no nosso relacionamento. A pilotagem dele foi perfeita, especialmente aqui, que exige muito tanto do piloto como do navegador”.

O segundo lugar ficou com os baianos de Lauro de Freitas, Alberto Castro e Vinicius Castro. O piloto Alberto ressalta que os treinamentos realizados pela dupla, formada por pai e filho. “É o nosso primeiro ano juntos e já estamos conseguindo bons resultados”.

O navegador Vinícius Castro quer agora partir para o degrau mais alto do pódio. “Viemos de três segundos lugares consecutivos, espero conseguir a vitória em Fortaleza”.

Premiação

A Mitsubishi Cup distribui a cada etapa troféus e prêmios especiais para os cinco primeiros colocados de cada categoria, além do prêmio para o melhor piloto estreante em cada etapa do Nordeste.

No fim do campeonato, os dois pilotos campeões de cada categoria, L200 RS e Pajero TR4 R dividem um prêmio de R$ 24.200,00 em dinheiro, além dos troféus e prêmios especiais.

A próxima etapa da Mitsubishi Cup ocorrerá em Fortaleza, capital do Ceará, no dia 7 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *